Lançada edição n.50 da Revista Espírito Livre



Recentemente tivemos a notícia que alguns de nossos governantes, aqueles eleitos para nos representar e zelar por nós, se manifestaram contrários a tecnologia nacional, com a assinatura de acordos com empresas estrangeiras. Tal medida vem se tornando cada vez mais comum e pode até passar desapercebida sob o olhar da sociedade e até dos “mais entendidos”. 

Entretanto, a comunidade de software livre mostrou-se bastante decepcionada com tais medidas. Um acordo por si só, ainda sem apresentação para o povo de suas premissas e propósitos reais, de forma transparente, já é algo que gera medo, incerteza e dúvida. Sugere-se que em um acordo entre duas partes, ambas se beneficiarão igualmente, logo, acordos não são maléficos por natureza. O que causa estranheza é ele partir de estados tão popularmente conhecidos por suas inovações e projetos relacionados com o software livre. Isto causou o mal-estar que me refiro.

Nossos governos deveriam (e este é o papel deles), zelar por sua população, cuidar de seu povo. Inovações nacionais e projetos que nasceram ou foram desenvolvidos aqui não poderiam simplesmente serem jogados para escanteio, em detrimento de acordos com multinacionais. Não cabe nem mencionar governos, nem as empresas envolvidas, uma vez que não são poucos tais acordos que vem pipocando aqui e ali. Nós da comunidade, vez ou outra, já nos sentimos deslocados quando fazemos uso de uma tecnologia que nem todos a utilizam. Não ter apoio nem dos que deveriam nos representar, ainda, é algo que entristece e nos faz refletir em até que ponto tal “cuidado e zelo” está realmente sendo realizado. Não é colocado em xeque aqui apenas as responsabilidades de nossos governantes, mas também sua preocupação com a inovação, genialidade nacional e independência tecnológica. Vale ressaltar que não basta termos uma massa de usuários interessados em mudar. É necessário vontade, e algumas vezes, política. Que tal pensarmos um pouco sobre isso?

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Seu Ubuntu ficou mais lento depois de um tempo?

Dicas para você deixar o seu Ubuntu mais rápido

Uma das coisas que me deixa um pouco chateado é o fato do Ubuntu ficar um pouco mais lento depois de um tempo, quando você instala muitas aplicações, e o lixo for se acumulando, por isso hoje vou mostrar uma maneira de você dar um gás extra no seu Ubuntu.
Swapiness

Este é um ponto importante, a memória SWAP ajuda o sistema a trabalhar quando muitas aplicações estão sendo executadas, o caso é que em computador mais novos, especialmente os que tem mais de 2 GB de RAM a memória SWAP nem precisaria ser utilizada. O padrão de Swapiness do Ubuntu é 60, numa escala que vai de 0 até 100, isso significa que quando você estiver usando 40% da sua memória, ou seja, 60% da sua memória estiver livre alguns pequenos arquivos começarão a ser passados para o SWAP no HD, como é de se esperar o HD é muito mais lento do que a memória RAM, o que vamos fazer é modificar a prioridade da Swapiness para 10%.

Abra o terminal e cole os seguintes comandos para testar:

$ sudo sysctl vm.swappiness=10 + enter

A vantagem de usar este comando é que o Swapiness é definido para 10 somente nessa sessão, use o computador para ver se você sente alguma diferença no uso, caso tenha obtido melhoras vamos tornar essa modificação permanente com os comandos:

$ sudo gedit /etc/sysctl.conf + enter

No arquivo que se abrir, cole a seguinte linha do final:

$ vm.swappiness=10 + enter

Reinicie o computador

$ sudo reboot + enter

Depois de reiniciar para confirmar que a Swapiness ficou definida em 10 execute o comando abaixo:

$ cat /proc/sys/vm/swappiness + enter


Use o Prelink para linkar as bibliotecas

Para quem ainda não conhece, o Prelink é um software livre escrito por Jakub Jelínek da Red Hat para sistemas operacionais compatíveis com o POSIX, principalmente o GNU/Linux, porque ele modifica executáveis ELF. Ele destina-se a aceleração de um sistema, reduzindo o tempo que um programa precisa para iniciar. Esta é uma ferramente que já vem instalada por padrão no Diolinux OS.


Para instalar no Ubuntu abra o terminal e cole o seguinte comando:

$ sudo apt-get install prelink + enter

Depois de instalado rode o seguinte comando para abrir o arquivo de configuração do Prelink:

$ sudo gedit /etc/default/prelink + enter

Procure a linha:

PRELINKING=unknown

E mude para:

PRELINKING=yes


Agora execute o Prelink para que ele possa linkar as bibliotecas dos programas:

$ sudo /etc/cron.daily/prelink + enter

A primeira vez deve demorar um pouco mais, espere o processo com calma até que o terminal volte ao seu estado normal, repita esse comando de tempos em tempos, especialmente quando você instalar ou desinstalar programas.


Melhorando o tempo de boot Como todo o sistema existem aplicativos que se iniciam juntamente com o Ubuntu, procure na Dash por "Aplicativos de Sessão" porém por padrão o Ubuntu não mostra todos os serviços que são iniciados juntamente com o sistema, para exibir todas as entradas rode o seguinte comando:

$ sudo sed -i s/NoDisplay=true/NoDisplay=false/g /etc/xdg/autostart/*.desktop + enter

Agora entre novamente em aplicativos de sessão e estarão disponíveis vários serviços que você pode desabilitar a seu gosto.

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Nova versão do Intel Graphics Installer para Ubuntu 13.04 e Fedora 18 é lançada

Proprietários de Hardware Intel ganham um novo upgrade na ferramenta de gestão de Drivers


A Intel é uma das empresas que mais se preocupada com o Linux, e está sempre aprimorando os seus drivers e componentes para que eles sejam suportados pelo Kernel Linux da melhor maneira possível. A pouco tempo surgiu o Intel Graphics Installer para Linux (Ubuntu e Fedora especialmente) como uma ferramenta para instalar a última versão do driver de vídeo Intel, e essa ferramente acaba de ganhar uma atualização para o Ubuntu 13.04 e para o Fedora 18.


Você pode baixar o arquivo .deb de 32 bits ou 64 bits no link abaixo, assim como as versões para Fedora.


No caso do Ubuntu você pode instalar usando a Central de Programas, depois é só encontrá-lo pelo menu e executar o programa que fará um escaneamento no seu hardware para saber qual é exatamente a sua placa Intel, automaticamente ele adicionará o repositório e instalará o novo driver, por fim, será necessário reiniciar o computador para que a atualização tenha efeito.


Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Projeto Piloto - Robótica Educacional com Software Livre - Aula 7


Projeto Piloto
Introdução à Robótica Educacional com Software e Hardware Livres no Sábado na Escola

A Robótica Educacional corresponde a uma aplicação da tecnologia na educação em que o ambiente de aprendizagem valoriza o planejamento, pesquisa, interesse, motivação e cooperação entre os alunos, através de uma rica experiência interdisciplinar, uma vez que envolve diferentes áreas de conhecimento e pessoas na resolução de problemas. A Robótica Educacional Livre, parte para soluções livres em substituição aos produtos comerciais, o que propomos e o uso de Hardware e Softwares Livres como base para a programação. Utilizaremos motores, componentes eletrônicos de baixo custo e algumas sucatas de equipamentos, para construção de KITS de robótica de acordo com a realidade de cada escola.

Cidade: Volta Redonda
Estado: Rio de Janeiro
Local: Escola Municipal Paulo VI;
Horário: 08:00 às 11:30;



Em nossa 7ª aula tratamos de:

Colocar em prática as informações recebidas na aula 6, sobre a ligação de 2 motores e como controlar os mesmos de forma individual ou juntos para que os mesmos pudessem fazer as manobras que fossem criadas com uma programação específica, para tal usamos a mesma ligação de 2 motores, porém desta vez com um carrinho ou plataforma robótica de testes.


Um exemplo do esquema de ligação de 2 Motores ao Arduino

Código de programação dos 2 Motores com o Arduino

Código fonte em formato de texto para copiar e colar na IDE do Arduino


// Projeto 2 motores ao Arduino

int Motor1 = 9;   // Seleciona o pino para o motor 1 (direita)
int Motor2 = 11;   // Seleciona o pino para o motor 2 (esquerda)
int valor1 = 0;       // Variável para guardar o valor de rotação para o motor 1
int valor2 = 0;       // Variável para guardar o valor de rotação para o motor 2

void setup() {
  
pinMode(Motor1, OUTPUT);  // Declara MotorPin como OUTPUT (saída)
pinMode(Motor2, OUTPUT);  // Declara MotorPin como OUTPUT (saída)

}

void loop() {

valor1 = 200;    // Aciona o motor com alta velocidade
valor2 = 200;    // Aciona o motor com alta velocidade
analogWrite(Motor1, valor1);    // Aciona o Motor direito
analogWrite(Motor2, valor2);    // Aciona o Motor esquerdo
delay(5000);

valor1 = 0;    // Desliga motor direito
valor2 = 0;    // Desliga motor esquerdo
analogWrite(Motor1, valor1);    // Desliga o Motor direito
analogWrite(Motor2, valor2);    // Desliga o Motor esquerdo
delay(5000);

valor1 = 0;    // Aciona o motor com alta velocidade
valor2 = 200;    // Aciona o motor com alta velocidade
analogWrite(Motor1, valor1);    // Aciona o Motor direito
analogWrite(Motor2, valor2);    // Aciona o Motor esquerdo
delay(5000);

valor1 = 0;    // Desliga motor direito
valor2 = 0;    // Desliga motor esquerdo
analogWrite(Motor1, valor1);    // Desliga o Motor direito
analogWrite(Motor2, valor2);    // Desliga o Motor esquerdo
delay(5000);

valor1 = 200;    // Aciona o motor com alta velocidade
valor2 = 0;    // Aciona o motor com alta velocidade
analogWrite(Motor1, valor1);    // Aciona o Motor direito
analogWrite(Motor2, valor2);    // Aciona o Motor esquerdo
delay(5000);

}

Assista abaixo, a vídeo aula sobre a adaptação de 2 carrinhos para uma Plataforma Robótica, onde usaremos a mesma para trabalhar com o Arduino







O desafio da semana:

1 - Treinar os códigos e/ou programações ensinadas nas 6 aulas anteriores, pois teremos 2 semanas de folga, por causa do feriado prolongado.

Veja as fotos que tiramos em nossa 7ª aula do Projeto, onde contamos com a participação de 18 alunos(as) e 5 professoras

Veja abaixo mais alguns trechos de nossa 7ª aula.

0 comentários:

Carmageddon Free para Android

Acelere sem se preocupar com quem estiver no caminho
Carmagedon é um dos games mais politicamente incorretos já feitos, seu único objetivo é a destruição, não importando se quem está na sua frente é um assassino criminoso ou uma mulher grávida, você vai passar por cima de todos!


O jogo possui uma versão paga Android, cerca de 5 reais, esta versão é a versão Free, que tem alguns poucos recursos a menos, mas tem a mesma graça.


Donwload do Carmageddon Free para Android

O game está disponível na Google Play através do link abaixo:



Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

MAN - animação que mostra o relacionamento do homem com o mundo natural


O planeta já mostra sinais de esgotamento, um exemplo disso é a escassez de petróleo que é um recurso não renovável, tendo em vista a sua importância no cenário mundial a situação é preocupante pois alguns estudos mostram que o petróleo existente será suficiente por mais 70 anos. Várias são as questões: como consumimos recursos naturais, os animais que servem como fonte de alimentação e como tratamos o lixo produzido. Steve Cutts mostra nesta animação o relacionamento do homem com o mundo natural.


Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Novo Angry Birds Friends para Android

Nova versão do game possibilidade duelos com multiplayer com seus amigos do Facebook.

A Rovio se reinventa a cada lançamento de Angry Birds, a série já encantou jogadores de todas as idades e se tornou um clássico do mundo do video games, a versão original está inclusive na lista dos 4 jogos mais viciantes da história da Google Play, e existem outras versões comemorativas como a Angry Birds Star Wars

E quando parece que já não existem mais boas temáticas para encaixar os Birds, vem a Rovio e lança o novíssimo, Angry Birds Friends


O game em si, não foge ao estilo dos demais, a grande diferença dessa versão é que é possível ( e necessário ) fazer login com a sua conta no Facebook para desafiar os seus amigos em torneios.


Sendo possível disputar troféus de ouro, prata e bronze.

Para melhorar a disputa alguns itens tradicionais do game foram liberados para uso infinito, porém apenas uma vez por fase.

Para se ter uma experiência completa nessa nova versão é necessário estar conectado a internet, mas é possível jogar o modo treinamento offline mesmo até que você se sinta preparado para enfrentar os seus amigos, e sim, esqueci de comentar, ele é de graça!

Download Angry Birds Friends

O App está disponível na Google Play e você pode baixar usando o link abaixo:


Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Assista TVONLINE 4

0 comentários:

Assista TVONLINE 3

0 comentários:

Assista TVONLINE 2

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre