Ubuntu poderá ter nova versão a cada dois anos

Tradicionalmente o Ubuntu tem uma nova versão a cada seis meses. O kernel Linux, as ferramentas básicas, módulos, aplicativos e o ambiente são atualizados. Entre um lançamento e outro são lançadas atualizações leves e correções, mas para obter os novos recursos dos aplicativos ou do sistema é necessário fazer upgrade para a nova versão.

Isso naturalmente não custa nada em termos de licenciamento, mas pode ser chato e/ou demorado, ou ainda eventualmente pode trazer problemas inesperados e incompatibilidades diversas. A edição LTS resolve parte do problema. Ela "congela" os recursos e recebe atualizações de segurança e correções importantes por mais tempo do que as edições comuns. Só que quem quer ou precisa das novidades sempre tem que usar as versões intermediárias, não-LTS.

A Canonical estuda mudar isso um pouco, dando um novo modelo de desenvolvimento ao Ubuntu. Se a proposta for mantida, depois do Ubuntu 14.04 LTS (a ser lançado em abril de 2014) uma nova versão do sistema só chegará em dois anos, na forma da 16.04 (em abril de 2016).

Isso tornará o Ubuntu algo mais próximo de uma distro rolling release: menos números de versão, mais recursos atualizados em menor tempo. Não será necessário esperar até 6 meses para a inclusão de uma nova versão do kernel, módulo essencial ou determinado recurso inovador na interface. Assim que lançado e testado o novo pacote vai para o sistema de atualizações, mantendo todos os usuários com um sistema provavelmente mais rápido, estável e agradável. Sem precisar esperar tanto tempo nem ficar atualizando a distro inteira a cada seis meses. Parece bom.

Dados os testes de qualidade, as equipes da Canonical parecem prontas para o novo modelo. A dinâmica será alterada, exigindo um processo mais rigoroso de testes antes da liberação das atualizações. Colocando na balança, os benefícios parecem maiores do que os eventuais problemas.

Se interessar, confira um hangout com Leann Ogasawara, da equipe do kernel na Canonical, onde ela comenta a possível mudança (em inglês):


Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre