GIMP 2.10 - Roteiro e Expectativas


Os desenvolvedores do GIMP pretendem mudar completamente para o novo motor GEGL já na versão 2.10. Isto irá oferecer profundidades maiores de bits, mais edição não-destrutiva e renderização mais rápida devido ao futuro suporte à OpenCL. Veja o que mudou desde 2.8 e o que poderá ser encontrada no atual ramo de desenvolvimento: GIMP 2.9.

1) SUPORTE PARA 16/32 BITS POR CANAL


Você será capaz de trabalhar com mais detalhes de informação de cor em suas fotos. Este suporte basicamente dá-lhe a capacidade de criar transições super suave de cores. E, teoricamente, será possível editar arquivos RAW diretamente pois haverá bastante espaço de cor para trazer de volta todos os detalhes que são armazenados dentro de um arquivo RAW - este recurso ainda não foi implementado.

Este recurso já foi mostrado em maio 2012 na Reunião Gráficos Livres em Viena, logo após o lançamento do GIMP 2.8. Tem havido muito trabalho desde então. GIMP 2,10 poderemos trabalhar com:

- 16 bits por canal de cor;
- 16 BPCC - ponto flutuante;
- 32 BPCC - fixo inteiro;
- 32 BPCC - ponto flutuante; 
- 8 BPCC inteiro.

Se você tem uma imagem com precisão de 16 bits por canal, então você tem 65,536 tons diferentes de vermelho, verde e azul - todos com distância de cor igual. Por exemplo: se você sabe que você tem uma imagem muito escura, com muitos tons de vermelho escuro, então você se beneficiaria do ponto flutuante, porque você pode diminuir a importância dos tons mais brilhantes de cor e obter maior detalhe dessa cor.

2) SEM PERDA DE ESPAÇO EM CONVERSÕES DE CORES

Você pode converter imagens em diferentes espaços de cores como você desejar com nenhuma ou quase nenhuma perda de informação.

3) NOVA FERRAMENTA: TRANSFORMAÇÃO UNIFIED


Se você clicar em uma camada com esta nova ferramenta, você não só vai ser capaz de escalar uma camada mas você vai ter a capacidade de girar, cortar e deixá-la em perspectiva, tudo de uma vez em uma única operação.

4) QUALIDADE DE ESCALA MELHORADO


Anteriormente quando as imagens reduzidas tinha-se bons resultados, mas não perfeito, ou seja, você pode ter notado algum efeito de borrão ou serrilhado (especialmente no texto ou linhas diagonais). Com os novos métodos de amostragem teremos resultados excelentes que pretendem ser uma cópia 1:1 da sua imagem original (mas só que menor).

5) AMOSTRAGEM EXEMPLO 2

Aqui você pode ver claramente a alta qualidade das novas amostras:


Na amostra (miniatura) superior esquerda: você pode ver o efeito não muito agradável e no topo escalado com No Halo para cerca de 1/4th. Mesmo muito forte, você terá uma saída perfeita.

6) TELAS DE PRÉ-VISUALIZAÇÃO


Com GEGL chegando todos os filtros antigos precisam ser reescritos completamente. É um esforço enorme para fazer isso, mas os benefícios incluem edição em tempo real para que você possa ver os resultados diretamente na tela (borrão de movimento, nitidez, pixelize, ...). Esta característica o GIMP irá fazer uso do novo núcleo GEGL e fará processamento multi- GPU.

7) SUPORTE MULTI-CORE CPU/GPU

GIMP 2.8 não suporta cálculo multi-processado de filtros. Isso vai mudar com o GIMP 2.10. Alguns filtros ganharão um grande aumento de velocidade a partir da aceleração de hardware. No entanto apenas poucos filtros foram reescritos para fazer uso do recurso de aceleração OpenCL.

OpenCL está desativado por padrão. Se você quiser vê-lo em ação, use o parâmetro "= yes GEGL_USE_OPENCL" ao iniciar o GIMP pelo terminal. Mas por enquanto as coisas ainda estão se desenvolvendo em ritmo lento.

8) OPENCL = FILTROS ACELERADOS


Estes filtros que atualmente fazem uso de todo o poder do seu hardware CPU / GPU que resulta em computação acelerada: Gaussian Blur, cinza, Laplace, Motion Blur, Pixelização, Sobel, Limiar.

Na imagem de exemplo foi usado o motion blur num quadro 1400 × 1400 com valores diferentes, cada vez ao fazer uma mudança foi proferida diretamente sobre a imagem em menos de um segundo! Velocidade impressionante em relação ao comportamento no GIMP 2.8, onde a mesma operação levou cerca de 10 segundos ou mais para ser processado.

9) FILTROS E PLUGINS BASEADOS NO GEGL

Estes filtros já foram reescritos para fazer uso do novo motor gráfico (GEGL) que resulta em apoio para todas as profundidades de bits de características elevadas e da aceleração via OpenCL:

Cartoon, Checkerboard, Color to Alpha, Convolution Matrix, Cubism, Deinterlace, Difference of Gaussian, Emboss, Fractal Explorer, Fractal Trace, Gaussian Blur, Grey, Grid, HSV Noise, Laplace, Lens Distortion, Motion Blur, Noise Spread, Oilify, Photocopy, Pixelize, Plasma, Polar coordinates, Red eye removal, RGB noise, Ripple, Rotate Colors, Shift, Sobel, Softglow, Spread, Threshold, Unsharp Mask, Waves, Whirl and Pinch, Wind.

10) SUPORTE DE CONVERSÃO PARA PERFIL ICC V4

LittleCMS 2 foi implementada no GIMP e torna possível converter entre os perfis de cores diferentes com quase nenhuma perda de informação.

11) COMPUTAÇÃO BASEADA EM AZULEJO E PROJEÇÃO


A imagem mostra como as telhas são calculadas e renderizadas - cada retângulo é uma parte da imagem que pode ser processado separadamente. Atualmente, o redesenho da área da tela é muito lenta porque a projeção acelerada não é o objetivo da atual fase de desenvolvimento.

12) CORREÇÃO DE TEMPERATURA DE COR


Há um novo filtro no menu de cores que permite corrigir a temperatura de cor de suas fotos. Você pode mudar o ponto branco para fazer suas fotos mais quente ou mais fria ou ainda ajustar o ponto branco automaticamente.

13) O QUE SERÁ REMOVIDO

O Lanczos 3 amostrador (substituído pelo novo método LoBlur Samling) e filtro RGB máximo.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

GIMP 2,10 poderia ser lançado no final de 2013. 
Esta é uma estimativa vaga - não há data oficial de lançamento.

Fonte e Créditos: aqui

1 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre