Ekiga 4.0 disponível - videoconferência e Instant Messenger


Ekiga (antigamente conhecido como GnomeMeeting) é uma aplicação aberta para Videoconferência e Instant Messenger através da Internet. Ele suporta HD qualidade de som e vídeo de até DVD tamanho e qualidade. É interoperável com muitos outros softwares compatíveis com o padrão, ferragens e prestadores de serviços que utiliza tanto os principais padrões de telefonia (SIP e H.323). Ekiga acaba de lançar sua versão 4.0 que trás muitos novos recursos, como melhoria na transmissão de áudio e qualidade do vídeo, melhora suporte para webcam mais novas, suporte para Gtk 3, entre outras. Esta versão estará disponível nos próximos dias nos repositórios do Debian Sid e Ubuntu 13.04.

Para aqueles que não desejam esperar:


Disponível para:
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Conhecendo o Nautilus - 20º Script - Protegendo PDF com Senha


Para que você possa instalar os Scripts em seu Nautilus é bem simples, só precisa de 3 passos:

1 - Faça download do Script.
2 - Abra o diretório "/home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/" e cole o Script nesse local.
3 - Abra um terminal, logue-se como root e digite:
chown seu-usuario.seu-usuario -R /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ && chmod +x /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ + enter

Após os 3 passos acima o Script já estará disponível no menu de contexto do Nautilus.

Se quiser ver a primeira postagem e saber mais sobre os Scripts do Nautilus:
Acesse aqui!!!!

Ai vai o 20º script da série:
Protegendo PDF com Senha

O Script de hoje permite que você coloque uma senha em seus arquivos PDF, com isso qualquer pessoa que quiser abrir seus arquivos em PDF, terão que ter essa senha, essa é mais uma forma de proteger o seu material importante.

O funcionamento é simples, primeiro você seleciona o arquivo que será protegido e depois um nome e local para salvar o arquivo que será criado com a senha e no final basta escolher a senha e aguardar o processo de criação do arquivo.

Obs.: Como sempre existem alguns parâmetros neste Script que podem (devem) ser modificados de acordo com a sua necessidade.


E o mais importante, compartilhe as suas melhorias e modificações, a comunidade GNU/Linux vai agradecer.

Dependências: zenity - pdftk

#!/bin/bash
#virmal_divx 2012

(
echo "# Estamos trabalhando, por favor aguarde o processo terminar !!!"

ENTRADA=`zenity --file-selection  --title="Selecione o arquivo em pdf que deseja proteger"`

SAIDA=$(zenity --title="Selecione um local e nome para salvar o arquivo que será gerado" --file-selection --save --confirm-overwrite);

SENHA=`zenity --entry  --title="Identificação do Proprietário" --text="Digite a senha para o documento, sem espacos ou caracteres especiais"`

pdftk "$ENTRADA" output "$SAIDA".pdf owner_pw vrlivre user_pw $SENHA allow AllFeatures


echo "# Trabalho terminado !!! Bom trabalho!!!!"
) | zenity --progress --width 200 --height 100 --title "Informação do Sistema" --text "Trabalhando..." --pulsate --auto-close

0 comentários:

SMPlayer 0.8.2 lançado - adicionado suporte para saída de áudio 6.1 e 7.1


SMPlayer pretende ser um completo front-end para MPlayer capaz de reproduzirquase todos os formatos de áudio/vídeo como AVI, MPEG, MP3, MP4, etc com recursos mais avançados como o suporte para filtros do MPlayer. SMplayer 0.8.2 acaba de ser lançado com suporte para saída de áudio 6.1 e 7.1 e a nova seção "Privacidade". SMPlayer 0.8.2 também adiciona uma nova opção para salvar o arquivo ou url recente.

PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!

Para instalar no Ubuntu basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos:

$ sudo add-apt-repository ppa:rvm/smplayer
$ sudo apt-get update
$ sudo aptitude install smplayer

Ou faça o download neste link.


No Smplayer - Explorador Youtube você pode assistir/pesquisar vídeos diretamente do SMplayer:


Disponível para:
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Instalar o Kernel Linux 3.6.8 no Ubuntu 12.10/12.04 e Linux Mint 14/13


A Equipe de desenvolvedores do Kernel anunciou o lançamento da oitava atualização da série 3.6.x. Como atualizações anteriores, o Kernel Linux 3.6.8 corrige muitos bugs e introduz correções e melhorias diversas para dispositivos mais novos. Kernel Linux 3.6.8 corrige vários bugs no ALSA, especialmente com dispositivos de áudio USB. Na nova atualização também algumas correções de bugs e melhorias nos drivers de código aberto para placas gráficas AMD e Intel, no segundo também foram corrigidos vários bugs da versão i830M.

INSTALAR KERNEL 3.6.8

Para instalar no Ubuntu basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos:

$ cd /tmp ENTER 
$ wget http://dl.dropbox.com/u/47950494/upubuntu.com/linux-kernel-3.6.8 -O linux-kernel-3.6.8
$ chmod +x linux-kernel-3.6.8
$ sudo sh linux-kernel-3.6.8

Ou faça o download neste link.

Reinicie seu sistema.

Abra um terminal e corra o seguinte comando para verificar a versão do seu Kernel:

$ uname -r

REMOVER O KERNEL 3.6.8

Caso queira remover o Kernel recentemente instalado, faça:

$ sudo apt-get purge linux-image-3.6.8*
 
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Zello - Transforme seu Android (e GNU/Linux) num Walkie Talkie

Postado originalmente em vivaolinux.com.br por Fabio a quem devem ser dados todos os créditos.

Introdução

Zello Walkie Talkie transforma seu celular num rádio no melhor estilo Nextel, onde basta pressionar o botão para falar. Zello é compatível com Android, iPhone, Blackberry e PC. 

Vale lembrar que o Zello é gratuito, ou seja, você não precisa pagar pelo programa e muito menos para conversar com seus amigos. O único requisito é seu aparelho tenha conexão com Internet, seja por plano de dados, seja por rede wifi. 

- Ok, posso conversar com áudio pelo Skype e GTalk... Por quê usar o Zello? 

R: Zello requer apenas 28k de velocidade, funciona em Internet 2G! Ou seja, seu consumo de dados é muito, mas muito baixo mesmo. Se você não tiver wifi disponível, pode "gastar" o sinal de seu plano de dados sem medo, ao contrário do Skype e GTalk, que exigem melhor banda e consomem mais dados. 

Começarei o artigo mostrando a instalação do software no Android, no final veremos como instalá-lo no GNU/Linux

Página oficial:

Instalando o Zello no AndroidPelo browser, acesse o Zello no Play Store:


Ou abra o Play Store pelo seu celular e digite: Zello Walkie Talkie 

Abra o aplicativo encontrado, clique em instalar e em seguida aceitar.


Uma vez instalado, abra-o. Em sua primeira execução você terá a opção de criar uma nova conta ou logar com uma conta existente:


Eis a tela principal do Zello:

Se é sua primeira execução, o único contato existente será o "echo", que funciona como o "Skype Test Call", onde você pode testar suas configurações de áudio. Para adicionar um contato, clique no botão "+" situado no topo-direita da tela.

Você pode adicionar um contato por username, e-mail ou pelo próprio telefone (se informado durante a criação da conta). Você também pode convidar seus amigos ou encontrar amigos da lista de contatos do celular que já possuam Zello clicando no botão "Livro de Endereços". 

Como usar o Zello Walkie Talkie

A interface do Zello é bem intuitiva, então serei bem direto ao ponto. Deixarei o aprendizado dos demais recursos do aplicativo por sua conta, afinal é clicando que se aprende. :) 

Existem três abas na interface do programa:

RECENTS - Exibe o histórico de suas conversas;
CONTACTS - Exibe os seus contatos;
CHANNELS - Lista os canais em que você se inscreveu.

Efetuando uma chamada com ZelloClique no contato desejado. A seguinte tela se abrirá:

Caso ainda não tenha iniciado uma conversa, talvez seja mais apropriado enviar um alert para a pessoa antes de sair falando. Para enviar um alert, basta pressionar o ícone de carta situado no topo-direita da tela. O programa enviará uma mensagem com seu texto para o contato selecionado. Caso você não digite mensagem, o texto padrão será "Zello me".


Agora você pode pressionar o botão "Pressione e fale" e conversar a vontade. 

Outros recursos da tela:

Histórico - Exibe o histórico recente de mensagens (inclusive com áudio) entre você e a pessoa/canal;
Alto-falante - Faz com que o celular se comporte como um walkie talkie ou Nextel, usando o viva-voz do aparelho;
Bluetooth - Não testei. Provavelmente seja para jogar o áudio para seu fone bluetooth;
Individual - Tira a conversa do modo viva-voz.

Adicionando um canalNa aba CHANNELS, clique no botão "+" situado no topo-direita da tela. Você terá duas opções:

Procurar uma sala por nome;
Criar uma nova sala.

Para o exemplo do artigo, vamos adicionar o canal "Viva o Linux Oficial", que foi criado para que os membros do VOL possam se reunir para conversar. A senha para entrar no canal é: stallman 

Criei uma senha para evitar que qualquer um entre no canal. Dessa forma eu restrinjo o canal aos membros do VOL, pois somente eles terão acesso à senha. De qualquer forma, fiquem a vontade em divulgar a senha para seus amigos pinguins. 

O processo de conversa no canal é semelhante ao de conversa com um usuário. Clique e descubra! 

Obs.: "Viva o Linux" já estava em uso, então criei o "Viva o Linux Oficial". 

Instalando o Zello no GNU/Linux

Infelizmente ainda não existe uma versão nativa do Zello para GNU/Linux, porém o mesmo funciona sem problemas quando executado pelo wine. 

Baixe a versão do Zello para Windows em:


Clicando em "Free download" e escolhendo a opção "Zello for PC". 

Ou pelo terminal, digite: 


Feito o download, vamos instalar: 

$ wine ZelloSetup.exe 

No final da instalação surgirá uma tela solicitando login/senha para criação de uma nova conta. Caso você já tenha uma conta, clique em "Cancel". Caso contrário, siga os passos normalmente. 

Um ícone do Zello será criado em sua área de trabalho.


Sua interface é bem parecida com a do Android, portanto não explicarei como usá-lo para evitar redundância. 

A única dica que merece menção é que a tecla de atalho para falar é o F7. Melhor que ficar pressionando o botão com o mouse né!? 

Caso queira executá-lo a partir do terminal ao invés de clicar no ícone do desktop: 

$ wine ~/.wine/drive_c/Arquivos de Programas/Zello/Zello.exe 

Obs.: O caminho do arquivo pode mudar de acordo com sua instalação. Caso seja diferente, procure-o usando: 

$ find ~/.wine -name "Zello.exe" -print 


Troubleshooting

Testei o Zello numa instalação do Ubuntu 12.10. Tive problemas com áudio ao executar o Zello.exe como usuário comum. Como ainda não tive tempo de verificar as permissões do wine, optei por executá-lo como root. Caso descubra a solução, poste nos comentários que atualizo o artigo. 

Agradeço ao amigo Silvio Palmieri por ter me apresentado ao Zello. 

É isso! Espero vocês no canal "Viva o Linux Oficial".

0 comentários:

GIMP - como colorir fotos preto e branco (por McKay Christensen)

resultado final

Recentemente eu tenho visto um monte de fotos em preto e branco sendo colorida. Eu achava que parecia bem legal, então comecei a ver como fazê-lo usando o Gimp. Abaixo está o tutorial de como eu fiz.

A primeira coisa que você precisa fazer é encontrar uma foto em preto e branco (faça o download da foto de exemplo). Eu decidi tentar usar a foto mais famosa, uma que eu conheço: "Migrant Mother" tirada por Dorothea Lange em 1936. Abra-a no Gimp:


A primeira coisa a fazer é uma cópia da camada. Dessa forma se errar posso voltar ao original:


Gosto de dar às camadas nomes apropriados para tornar as coisas menos confusas no futuro. Em seguida, clique com o botão direito sobre a camada duplicada e crie uma máscara da camada:


Defina o fundo como branco:


Vá em frente e faça uma cópia desta também para usar na primeira região a ser colorida:


Você precisa ter certeza de que sua imagem não está em Tons de Cinza. Vá em Imagem> Modo e definir o modo para RGB:


Agora vá para cores e selecione Equilíbrio de cores (mas você pode usar a Saturação de matiz ou Colorizar):


Precisamos nos assegurar que a imagem está selecionada e não a camada de máscara (veja abaixo). A camada está à esquerda e a máscara está à direita (a seta vermelha da imagem abaixo mostra a máscara da camada). Clique na miniatura da imagem que está à esquerda no retângulo branco:


Com Balanço de cores ou Colorizar, vamos agora tentar obter a mesma cor do objeto que desejamos colorir. Eu comecei com o colarinho. Tenho a certeza que eu criei uma cópia da máscara de camada de imagem e eu poderia usar especificamente para o colar:


Se você escolheu Colorizar, ele vai começar azulada. Ajuste a tonalidade até encontrar a cor que você gosta/deseja:


Eu finalmente tenho a cor vermelha que gosto:


Depois de ter a cor que você quiser, agora você vai precisar selecionar a máscara da camada, clicando sobre ela.


Clique no retângulo direito. Esta é a camada de máscara. Agora vá para Cores e inverter as cores. Uma vez que as cores são invertidas, ele será parecido com o original, sem qualquer cor.


Use a ferramenta de seleção de sua preferência para selecionar o colarinho. Uma vez selecionado, use a ferramenta balde de tinta para preenchê-lo como branco (inverta as cores de frente e fundo):



Feito isso, criar uma nova cópia e repita o processo para cada parte que deseja colorir, ou seja, duplicar a camada com a máscara, usar o Balanço de Cores para colorir, selecionar a máscara da camada, inverter as cores, escolher sua ferramenta de seleção e pintar a região desejada:


Para a minha próxima camada eu fiz a pele da mãe. Usei a ferramenta pincel desta vez. Muito mais fácil. Como a máscara é fundo branco, logo tudo que eu pintar com esta cor será reexibido:


Repita o processo para cada objeto que é uma cor diferente (pode ser bastante tedioso, mas bastante divertido). Uma coisa que eu devo mencionar, não se preocupe muito sobre começar as cores corretas. Alterar as cores mais tarde é bastante fácil:


Aqui você pode ver as minhas diferentes camadas.


É difícil obter as cores direito porque muda as cores de tudo até que inverter ... não se preocupe, vamos ajustar mais tarde:




Se você decidir que quer voltar atrás e mudar uma cor, basta selecionar a camada e voltar para colorir (certifique-se a camada está selecionada e não a máscara):



Eu nunca usaria um suéter laranja, então eu fiz-lhe uma cor mais acastanhada. Eu fiz isso usando colorize e diminui a saturação:


Depois de ter feito todas as camadas, comecei a voltar e ajustar a opacidade nas camadas para torná-la um pouco mais natural e não tão perceptivelmente saturado:


Uma vez que você ajustar a opacidade sobre as camadas, terá terminado:


Trabalho concluído:

foto original

versão colorida

Fonte e Créditos: aqui
você pode ver o original no tutorialgeek

0 comentários:

Conhecendo o Nautilus - 19º Script - Convertendo PDF em Texto


Para que você possa instalar os Scripts em seu Nautilus é bem simples, só precisa de 3 passos:

1 - Faça download do Script.
2 - Abra o diretório "/home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/" e cole o Script nesse local.
3 - Abra um terminal, logue-se como root e digite:
chown seu-usuario.seu-usuario -R /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ && chmod +x /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ + enter

Após os 3 passos acima o Script já estará disponível no menu de contexto do Nautilus.

Se quiser ver a primeira postagem e saber mais sobre os Scripts do Nautilus:
Acesse aqui!!!!

Ai vai o 19º script da série:
Convertendo PDF em Texto

Nesse Script todos os arquivos em formato PDF que estiverem no diretório ou pasta em que ele for acionado, vão ser convertidos em arquivos de texto, claro ele vai manter os originais e criar uma cópia em ".txt".

Obs.: Como sempre existem alguns parâmetros neste Script que podem (devem) ser modificados de acordo com a sua necessidade.


E o mais importante, compartilhe as suas melhorias e modificações, a comunidade GNU/Linux vai agradecer.

Dependências: zenity - pdftk

#!/bin/bash
#virmal_divx 2011

(
echo "# Estamos trabalhando, por favor aguarde o processo terminar !!!"

#for i in `ls *.pdf` ; do pdftotext $i | less; done
for i in `ls *.pdf` ; do pdftotext -layout $i | less; done

echo "# Trabalho terminado !!! Bom trabalho!!!!"
) | zenity --progress --width 200 --height 100 --title "Informação do Sistema" --text "Trabalhando..." --pulsate --auto-close

0 comentários:

Marble - uma alternativa viável ao Google Earth


Marble é um globo virtual e Atlas Mundial, um canivete suíço para mapas. Versátil e fácil de usar, é uma excelente alternativa ao Google Earth. Com ele você pode medir distâncias, pode mudar para um atlas mundial enquanto usa o OpenStreetMap para navegar pelas ruas. Busca de locais de interesse, artigos relacionados no Wikipedia, cria rotas com arrastar e soltar. Use-o no seu smartphone um dispositivo de navegação totalmente caracterizável. Download de mapas para pesquisa/navegação offline. Navegação com orientação por voz. Está sendo trabalhando uma versão para tablet e uma versão para Android.


INSTALAÇÃO MODO GRÁFICO

Para instalar o programa, faça:

1 - Abra a Central de Programas do Ubuntu;
2 - Na Central de Programas, no campo de pesquisa busque por "marble";
3 - Faça clique-simples sobre o primeiro resultado para visualizar mais opções;
4 - Clique no botão "Instalar" para iniciar o processo. A senha de administrador será solicitada, digite-a e clique no botão "Autenticar" para prosseguir;
5 - Isto pode demorar um pouco. Aguarde...;
6 - Quando o processo de instalação for concluído, feche a Central de Programas.


INSTALAÇÃO MODO TEXTO

O programa está nos repositórios oficiais do Debian e Ubuntu, portanto para instalar basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr o seguinte comando:

$ sudo apt-get install marble

Ou faça o download neste link.

A interface do programa:


Para pesquisar uma localização use o campo de pesquisa:


Se quiser saber mais sobre o local pesquisado, o programa busca informações direto da Wikipedia:


Há diversos mapas e modos de navegação, inclusive a navegação nos mapas do OpenStreetMap. Na lateral esquerda legendas para mais detalhes:


Há vários mapas diferentes para você consultar, como por exemplo: o mapa zona de climas:


Mapas históricos para estudantes e professores:


Um mapa plano simples:


Mapa de precipitações:


Mapeamento de temperaturas em diferentes épocas do ano. No exemplo abaixo a de dezembro:


Há mais mapas disponíveis para baixar. É só escolher:


Disponível para: + maemo e meegoo
Fonte e Créditos: aqui

1 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre