Vídeo aulas do Curso de BrOffice/LibreOffice (SERPRO)

O Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO), disponibilizou uma série de cursos livres em Moodle (que pode ser acessado no endereço http://www4.serpro.gov.br/inclusao/conteudos-educacionais-livres).

Estamos disponibilizando aqui os vídeos do curso de BrOffice, contidos no curso de Moodle do SERPRO, para que possa ser acessado sem cadastro, diretamente do navegador. É necessário um navegador com suporte a vídeo HTML5, como o Firefox ou o Chrome.

Módulos

Módulo 1 - Introdução



Módulo 2 - Editor de Texto (parte 1)



Módulo 3 - Editor de Texto (parte 2)



Módulo 4 - Planilha Eletrônica (parte 1)



Módulo 5 - Planilha Eletrônica (parte 2)



Módulo 6 - Apresentações




Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

LibreOffice 3.5.4 é lançado com incrível melhoria de performance


A quinta versão da série 3.5.x, o LibreOffice 3.5.4 foi lançado trazendo incríveis melhorias de performance, em comparação com sua versão anterior.
A nova versão, além de várias correções de bugs e diversas falhas resolvidas, apresenta até 100% em melhoria de desempenho (ganho relativo de acordo com a configuração do hardware utilizado), especialmente ao lidar com arquivos grandes.
A nova versão está disponível para download neste link. Lá você encontra pacotes para diversas distribuições, além de pacotes para Windows e MAC.
No caso do Ubuntu, já está disponível a instalação via PPA. Abra um terminal e digite os comandos abaixo:
sudo add-apt-repository ppa:libreoffice/ppa
sudo apt-get update
sudo apt-get install libreoffice libreoffice-gnome
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Atlas 3D gratuito sobre corpo humano


São diversos softwares 3D que permitem observar detalhadamente características internas do corpo humano, como artérias, orgãos, etc. Entre estes aplicativos existe um site de acesso gratuito que proporciona uma boa alternativa para estudantes.

Uma opção de consulta on-line gratuita em ingles é o link: http://www.healthline.com/human-body-maps/

Também tem o http://www.inne

O google possui também um sistema de anatomia 3d que pode ser acessado em: http://bodybrowser.googlelabs.com/

Outro site que merece uma visitinha é o: http://www.biodigitalhuman.com/

Um dos problemas do google e do biodigital é o fato do visitante necessitar de placa de vídeo adequada, com hardware que comporte gráficos 3d e plugin para tecnologia WebGL.

O site Visible Body apresenta detalhadamente o corpo humano bastando que o interessado se cadastre gratuitamente para navegar em ambiente 3D nas diversas imagens existentes.

Atualização: Infelizmente o Visible Body iniciou a cobrança da assinatura e permite apenas uma semana de acesso livre. http://www.visiblebody.com/start

Além dos Atlas em 3D, outras duas páginas na internet podem ser de interesse para quem estuda sobre o corpo humano. Ambos os sites são ligados ao projeto de plastificação de corpos para o estudo e expressão artística.


0 comentários:

Writer2ePub - crie ebooks em formato ePub no LibreOffice


PUB (abreviação de Eletronic Publication - Publicação Eletrônica) é um formato de arquivo digital padrão específico para ebooks. É livre e aberto e foi criado pelo International Digital Publishing Forum (CICOM). Arquivos têm a extensão .epub. EPUB é projetado para conteúdo fluido, o que significa que a tela de texto pode ser otimizada de acordo com o dispositivo usado para leitura. O padrão é destinado a funcionar como um único formato oficial para distribuição e venda de livros digitais. Ele substitui o padrão Open eBook. Writer2ePub (W2E) é uma extensão para LibreOffice que permite criar um ePub a partir de qualquer arquivo que o Writer possa ler.

Preferências do Writer2Pub

Para instalar a extensão no seu LibreOffice:

1 - Baixe a exntensão neste link;
2 - Abra o Writer (Editor de texto);
3 - Vá em Ferramentas > Gerenciador de extensão;
4 - Com o diálogo Gerenciador de extensão aberto, clique em adicionar;
5 - Navegue até o arquivo que você acabou de baixar. Faça clique-duplo sobre ele;
6 - De volta ao diálogo Gerenciador de extensão, leve a barra de rolagem até o final ou mantenha pressionado o botão Rolar para baixo para ativar o botão Aceitar. Estando o botão Aceitar ativo/disponível, clique sobre ele para aceitar a licença e instalar a extensão.
7 - Reinicie o Writer. Agora você terá uma nova barra de ferramentas disponível no seu editor de texto;

Para salvar qualquer arquivo aberto no Writer no formato PUB, basta clicar no botãoWriter2Pub:


O diálogo de configuração surgirá. Digite os dados que julgar necessários. Quando concluir o preenchimento dos dados, clique no botão OK:


Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

FFmpeg acrescenta suporte a Blu-ray e ProRes

A equipe de desenvolvedores do FFMPEG anunciaram a primeira grande atualização para o pacote de áudio e vídeo desde janeiro. FFmpeg 0.11, cujo codinome é "Felicidade", inclui vários codificadores e decodificadores novos para formatos de vídeo adicionais, incluindo Blu-ray e ProRes da Apple. Um número significativo de falhas também foram corrigidos.

Seguindo os passos do projeto MythTV que acrescentou suporte à tecnologa Blu-ray na versão 0.24, os desenvolvedores do FFmpeg também adicionaram suporte para o protocolo em sua coleção de ferramentas. Isso deve trazer a capacidade de reproduzir Blu-ray de conteúdo para os vários aplicativos GNU/Linux que usam FFmpeg para codificar e decodificar arquivos de vídeo e áudio.

FFmpeg 0.11 também inclui um codificador para o formato Apple ProRes que suporta resoluções de até 4K. Outras adições ao software incluem decodificadores para WMA Lossless e arquivos RealAudio Lossless. Suporte à transcodificação para o formato de pixel v408 no QuickTime e AYUV Microsoft Uncompressed também foram adicionados. Além disso os desenvolvedores fizeram o libavfilter API obrigatória para a execução de FFmpeg e o programa agora suporta áudio completo de filtragem.

Mais informações e uma lista completa de mudanças incluindo a adição de vários outros formatos de mídia podem ser encontrados no site FFmpeg e no log de ​​alterações para esta versão. FFmpeg está licenciado sob a LGPL ou GPL dependendo sobre a configuração usada e seu código fonte pode ser baixado do site do projeto. Os desenvolvedores recomendam que todos os usuários atualizar sua versão do FFmpeg para esta versão o mais breve possível.

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Como juntar vídeos usando o Avidemux


Avidemux é um editor de vídeo poderoso e open source projetado para corte simples, filtragem e codificação de vídeos. Ele suporta muitos tipos de arquivos incluindo AVI, MPEG compatíveis com DVD, MP4 e ASF usando uma variedade de codecs. As tarefas podem ser automatizadas usando projetos em fila de trabalho.Nesta dica mostrarei como juntar várias partes de vídeo utilizando este software poderoso.

PONDO A MÃO NA MASSA:

Suponhamos que você tem várias partes/trechos/episódios para juntar...

1 - Acione o Avidemux. Dependendo da sua distro esta tarefa poderá ter um caminho diferente;
2 - Abra o vídeo que deseja como início da sequência;


3 - Se receber a mensagem "Build VBR time map?", clique no botão Build time map;


4 - Um novo diálogo surgirá. Traduzindo:
Detectado Bitstream embalado
você quer que eu descompacte-o?


Clique em sim para prosseguir.

5 - Com o vídeo inicial já carregado no Avidemux, basta clicar em Arquivo > + Apêndice. E navegue até o vídeo que deseja juntar com o primeiro. Clique sobre ele e peça para abrir;


6 - Repita o passe 5 para cada parte que deseja adicionar. Pode ser que as mensagens anteriores ("Build VBR time map?" e "Detectado Bitstream embalado...") apareçam novamente dependendo da codificação dos vídeos, proceda da forma do primeiro vídeo/parte;

7 - Todos os apêndices carregados, basta clicar em Salvar;


Escolha um nome para o seu projeto/vídeo final e confirme o salvamento. A janela de execução da codificação será aberta:


8 - Quando a codificação do vídeo terminar, você será avisado pelo programa através de um diálogo:


Para usuários antigos de GNU/Linux a dica pode parecer velha, mas poderá ser útil aos recém-chegados.

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Brasileiro cria dispositivo Android que controla seu carro

Já imaginou ter o controle do ar condicionado, acionar os faróis, o limpador de para-brisa, o controle automático de velocidade, temperatura e mais outras funções do seu carro em seu smartphone ou tablet?
É o que pensou o engenheiro brasileiro Cristian Oliveira. Ele desenvolveu um dispositivo chamado CarDroid que conecta aos sensores do carro (carros feitos a partir de 2004 com o protocolo CAN, disponível na maioria dos carros de hoje) e transmite as informações para seu gadget. Basta instalar essa central que controla o carro e baixar um app que será disponível no Play. A versão atual não esta finalizada e quando sair terá um app mais interativo e a central de comando será plug and play.
O kit sairá por R$ 899,00 (meio caro, não ) fora o smartphone ou tablet (esse é por conta do usuário). Ele já está disponível pra venda no blog do Cristian.
Um dispositivo bacana pra deixar nossas “carangas” mais incrementadas. Falta pouco para as montadoras produzirem seus carros com Android.
Fonte: Techtudo
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Leap Motion pode decretar fim ao mouse

Até pouco tempo, filmes de ficção eram produzidos com tecnologias que só poderiam virar realidade em um futuro bem distante, como é o caso do Minority Report, no qual o personagem do Tom Cruise manipula a imagem projetada só com uma luva especial, como se fosse um mouse.
Hoje já é possível “manipular” a imagem, mesmo sem a luva usada no filme, com as mãos livres, sem nenhum aparelho ligado às mãos. É o que promete o Leap Motion. Tá, mas o Kinect ja faz isso. Qual seria o diferencial do Leap ?
O Leap promete uma precisão 200 vezes mais que o dispositivo da Microsoft,  podendo ser aplicado em vários recursos, de jogos à desenvolvimento de software, e por ai vai.
Com um formato de uma pequena caixa conectada via USB, ela detectará não só as suas mãos, mas qualquer objeto que deseja usar para controlar a imagem. E o melhor, não custará o olho da cara. Ele sairá por US $ 69,00 , bem barato se for olhar do que ele é capaz.
Já imagino os recursos em que ele poderá ser aplicado para a plataforma Android. Jogos, acessar as redes sociais, poder usar seu gadget conectado à sua SmartTV sem ter que usar controle remoto ou mouse, vai deixar qualquer SmartTV comum para trás. Como uma imagem vale mais do que 1000 palavras, veja os vídeos demonstrativos do Leap Motion. E para quem quer encomendar o seu, compre pelo site da empresa.
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

LibreOffice organiza chamada de talentos, participe!

Estamos organizando um concurso para escolher os melhores modelos de documentos que farão parte das próximas versões do LibreOffice.
Se um modelo do Brasil for escolhido, o autor será contemplado com uma caneca e camisa do LibreOffice.
Para participar, basta criar um login no wiki da TDF e submeter seu modelo na página:https://wiki.documentfoundation.org/Design/Call_for_Templates
A participação é livre e aberta a todos da comunidade, sem restrição.
Maiores informações em nosso portal: http://pt-br.libreoffice.org/participe/talento/
Texto enviado por Eliane Domingos, representante da TDF no Brasil.
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Lazarus – Uma alternativa open-source para o Delphi

É muito comum procurarmos alternativas de softwares proprietários, como o LibreOffice e Microsoft Office, GIMP e Photoshop, e outros aplicativos de código aberto.
O Lazarus é uma alternativa de Código Aberto ao Delphi®, com a grande vantagem de ser multi-plataforma. Trata-se de um Ambiente Integrado de Desenvolvimento que, através da linguagem Pascal, há décadas ultilizada no meio acadêmico, e do compilador FreePascal, cria programas de forma facilitada.

As grandes diferenças

Lazarus é um software completamente de código aberto, escrito independente de plataforma, que utiliza o compilador Free Pascal (FPC). O FPC funciona em mais de 15 plataformas. Dentre elas, podemos citar o Windows , o Linux, o FreeBSD e o Mac OS X, mas, nem todos os pacotes e bibliotecas estão portados.
De onde veio o nome?
Um dos primeiros projetos que tentaram construir um clone do Delphi era chamado Megido. Mas o projeto morreu. Lazarus é a conhecida figura bíblica que foi ressucitada por Cristo. O projeto foi chamado de Lazarus porque ele se originou da morte do Megido.
O Lazarus pode ser baixado em http://lazarusbrasil.org/download.php ou
Fedora
# yum install -y lazarus
Ubuntu
# apt-get install lazarus
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Devede - versão 3.22.0


DeVeDe é um programa para criar DVDs de vídeo e CDs (VCD, SVCD ou CVD), apropriados para leitores de DVD, a partir de qualquer número de arquivos de vídeo. Muitos diferentes formatos de vídeo são suportados (mpeg, mpeg4, avi, asf, youtube e google vídeos de flash, wmv, ogg e etc). DeVeDe é um programa de código aberto e é livre para uso pessoal e corporativo. Você pode criar DVD/CD com menus personalizados.


O verdadeiro trabalho no DeVeDe é feito pelo Mplayer, MEncoder/FFMpeg, dvdauthor, VCDImager e mkisofs e em seguida podemos usar o K3b ou o Brasero para gravar a imagem ISO no Ubuntu, ou uma variedade de outros softwares no Windows.


O programa está nos repositórios das principais distribuições GNU/Linux. Você pode instalar facilmente utilizando o comando apt-get em distros baseadas em Debian. Ou, se preferir...

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Como instalar Virtualbox 4.1.16 no Ubuntu 12.04/11.10


VirtualBox 4.1.16 acaba de ser liberada. Esta última versão tem muitas melhorias e correções de bugs conhecidos. Para quem ainda insiste em usar RWindows... pode virtualizá-lo no GNU/Linux.

Para Ubuntu 12.04:

$ sudo sh -c "echo 'deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian precise contrib' >> /etc/apt/sources.list"
$ wget -q http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian/oracle_vbox.asc -O- | $ sudo apt-key add -
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install virtualbox-4.1

Para Ubuntu 11.10:

$ sudo sh -c "echo 'deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian oneiric contrib' >> /etc/apt/sources.list"
$ wget -q http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian/oracle_vbox.asc -O- | $ sudo apt-key add -
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install virtualbox-4.1

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Construindo Fotos Panorâmicas com o Hugin


Neste vídeo, mostramos de forma bem simplificada, como fazer fotos panorâmicas, usando o Hugin, para tal tiramos 7 fotos da fachada de nossa Secretaria de Educação e usamos o programa com as configurações básicas para obter um resultado satisfatório.

Assim como falamos no vídeo, cabe a cada um que se interessar pelo programa para criar suas imagens panorâmicas, testar as dezenas de combinações e configurações que o programa nos oferece.

Nossa intenção com esse vídeo é a de apresentar o programa aos nossos Implementadores de Informática e entusiastas em geral, que com muito pouco podemos obter um resultado bem interessante usando o programa.

Um pequeno tutorial em português
Diversos tutoriais em diversos idiomas
Veja algumas imagens geradas pelo Hugin

0 comentários:

Google Chrome ultrapassa de vez o Internet Explorer em todo o mundo!

O Google Chrome finalmente bateu o Internet Explorer pela primeira vez, como navegador mais popular da web. De acordo com as estatísticas mais recentes da StatCounter, o Chrome agora lidera o mercado de navegadores web, com 32.76 %, enquanto o IE caiu para 31.94 %. 
Em quase 1 ano, o Internet Explorer caiu de 43% para 31.94%. O Firefox, que já havia sido ultrapassado pelo Chrome, também caiu um pouco e agora está na marca de 25.47%.
Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre