Conhecendo o Nautilus

Para usuários do desktop GNOME, o  Nautilus é um dos aplicativos usados mais frequentemente. Ele trata todas as tarefas de copiar, mover, renomear e procurar arquivos com uma interface gráfica simples. À primeira vista, parece que não existem muitas coisas relacionadas a arquivos que o Nautilus não pode fazer.

Os desenvolvedores de Nautilus forneceram várias formas de incluir uma funcionalidade nova sem abrir a base de código principal. O método mais simples é usar um Bash ou shell script que executa uma série de comandos que você geralmente executaria a partir de um prompt de terminal. Esse método permite experimentar os comandos para se certificar de que eles façam o que você quer que eles façam primeiramente.

Scripts no Nautilus

O primeiro método para estender o Nautilus é por meio de um diretório especial localizado em "/home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/", como é um diretório oculto, use "CTRL+H" para mostrar os arquivos e diretórios ocultos em seu diretório de usuário.

Todos os arquivos executáveis colocados nesse diretório aparecem quando clicamos com o botão direito do mouse em dentro das janelas do Nautilus e levamos o mesmo sobre a opção "Scripts".

Veja na imagem abaixo, o meu menu de Scripts:


Estarei fazendo uma série de postagens, uma por dia, onde cada uma delas colocarei um Script, que vão ajudar a estender as funcionalidades do Nautilus, são Scripts com diversas funcionalidades, dentre elas manipulação de áudio e vídeo, imagens, sistema, etc...

Para que você possa instalar os Scripts em seu Nautilus é bem simples, só precisa de 3 passos:

1 - Faça download do Script.
2 - Abra o diretório "/home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/" e cole o Script nesse local.
3 - Abra um terminal, logue-se como root e digite:
chown seu-usuario.seu-usuario -R /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ && chmod +x /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ + enter

Após os 3 passos acima o Script já estará disponível no menu de contexto do Nautilus.

Ai vai o primeiro script da série:

Ele vai permitir que tudo que você fizer no computador seja gravado, incluindo o som de um microfone, ele é ideal para montagem de vídeo-aulas (é o que uso nas minhas). O diferencial é que ele pega a resolução/dimensão da sua tela automaticamente e acrescenta a data e hora da gravação, salvando o arquivo no formato ".avi" no diretório em que ele for acionado. Parece bem simples mas o resultado final é muito bom.

Dependências: ffmpeg


#!/bin/bash
# virmal_divx

size=$( xdpyinfo | grep 'dimensions:' | awk '{print $2}' )
name=$( date +'%d_de_%B_as_%I:%M%#p' )
video="gravado_em_$name.avi"
xterm -e ffmpeg -f alsa -ac 2 -i pulse -f x11grab -s $size -r 30 -qscale 1 -i :0.0 $video

use o botão abaixo para fazer o download deste Script

0 comentários:

Copyright © 2013 O Espaço do Software Livre